Número verde: 800 108 675

al mada nada al mada nada
Teatro Nacional São João 6-9 Abr 2017
 qui-sáb 21:00 dom16:00

Numa altura em que a obra de José de Almada Negreiros é alvo de um novo balanço, o TNSJ traz de volta al mada nada, esse lado b que Ricardo Pais inventou para o quintessencial Turismo Infinito. Se o espetáculo criado sobre textos de Pessoa figurava uma mente plural, al mada nada celebra a sensualidade, a cor, o movimento, coisas que Almada viveu apaixonadamente. Partindo sobretudo de Saltimbancos – texto único da nossa literatura, obsessivamente físico e sexual, que ocasionou a apreensão da agora centenária Portugal Futurista –, a criação de Ricardo Pais põe a girar, au ralenti ou em altíssima rotação, um caleidoscópio português em que se imbricam um quartel e um circo indigente, homens-cavalo, arraiais de verão, dramas de namorados, memórias de uma semi-imaginária Emissora Nacional, um sol a pique e um luar de acetileno… Contrastes simultâneos a que o ator Pedro Almendra, o percussionista Rui Silva e a Momentum Crew – um grupo de b-boys premiado internacionalmente – dão corpo, fazendo do palco uma arena de combate, mas também o lugar de um inesperado recolhimento.

de

Ricardo Pais

textos de

Almada Negreiros

com

Pedro Almendra, Rui Silva e Momentum Crew

dramaturgia

Pedro Sobrado

cenografia

Manuel Aires Mateus

figurinos

Bernardo Monteiro

música

Rui Silva

desenho de luz

Nuno Meira

desenho de som

Joel Azevedo

elocução e preparação vocal

João Henriques

guião e encenação

Ricardo Pais com Manuel Tur

interpretação

Pedro Almendra (ator), Bruce Almighty, Deeogo Oliveira, Max Oliveira, Mix Ivanou, Pedro França, Roberto Mendes (dança urbana) e Rui Silva (percussão)

coprodução

Companhia de Teatro de Almada, TNSJ

dur. aprox. 1:15

M/12 anos

English Subtitles

Língua Gestual Portuguesa

9 abr dom 16:00

Material de Apoio

Documentos

Doumento PDF

Programa-al-mada-nada.pdf