Número verde: 800 108 675

No Limite da Dor - ID1018
No Limite da Dor No Limite da Dor
Mosteiro São Bento da Vitória
qua 21:00

No Limite da Dor começou por ser um programa radiofónico onde, 40 anos depois do 25 de Abril, antigos presos políticos falavam da sua passagem pelas cadeias do Estado Novo, onde foram humilhados e torturados, vítimas da barbárie da PIDE. Estes testemunhos foram mais tarde reunidos em livro e conquistam agora o palco, numa produção da companhia alentejana Lendias d’Encantar, dirigida pelo encenador cubano Julio César Ramirez. Num espaço cénico despojado, habitado apenas por cadeiras, um candeeiro a petróleo e as grades de uma prisão, os atores Ana Ademar e António Revez dão voz às vozes de Georgina Azevedo, estudante universitária presa em 1964, de Luís Moita, ligado ao Movimento de Unidade Popular, preso em 1973, e do casal Domingos Abrantes e Conceição Matos, operários fabris presos em 1965. No Limite da Dor é um tributo à coragem destes homens e destas mulheres, que ousaram ir ao fundo das suas memórias para resgatar do esquecimento alguns dos episódios mais traumáticos do século XX português. Um espetáculo que sublinha uma evidência dolorosa: se celebramos hoje a liberdade é porque a clausura existiu.

a partir do livro No Limite da Dor, de Ana Aranha, Carlos Ademar

encenação e cenografia

Julio César Ramirez

figurinos, grafismo e fotografia

Ana Rodrigues

banda sonora

João Nunes e participação de Fernando Pardal

desenho de luz e sonoplastia

Ivan Castro

interpretação

Ana Ademar, António Revez

produção

Lendias d’Encantar

estreia

24Mai2014 Espaço Os Infantes (Beja)

dur. aprox.

1:00

M/12 anos

Divulgação

Sugestão

Sugira a um Amigo

O seu Nome

O seu Email

Emails dos Destinatários

Comentário

Imprimir Espectáculo

Icon de Página de Impressão