Número verde: 800 108 675

Marionetas de um país que não existe - ID1265
Marionetas Tradicionais de Um País Que Não Existe Marionetas Tradicionais de Um País Que Não Existe
Mosteiro São Bento da Vitória 13-29 Out 2017
13-15 out
sex 21:00 sáb 19:00 dom 16:00
26-29 out
qui+sex 21:00 sáb 19:00 dom 16:00
Comprar

“As autoridades suspeitam que possa estar em curso um ataque amorista”, lê-se na sinopse de Marionetas Tradicionais de Um País Que Não Existe. É uma ameaça que não é bem uma ameaça. Ou melhor, é uma ameaça benfazeja, que coloca o “amor” no lugar do “terror”, ironia que também é lançada no título do espetáculo, que insinua a “tradição” de algo que afinal “não existe”, fazendo apelo a um teatralíssimo jogo de faz-de-conta. Imagine-se então uma sala de espera de um aeroporto que se transforma gradualmente num salão de baile, sacudido por criaturas animadas que dançam um “folclore de origem indeterminada”. Concebido pelo génio multiforme de Igor Gandra e do seu Teatro de Ferro, Marionetas Tradicionais de Um País Que Não Existe é o espetáculo de abertura do Festival Internacional de Marionetas do Porto, lugar que vem pensando o mundo a partir do exercício poético dos muitos e variados teatros da matéria animada. Num prolongamento da programação do festival, o espetáculo regressa no final do mês de outubro para mais uma curta carreira de apresentações.

um espetáculo de

Igor Gandra

música

Michael Nick

movimento

Carla Veloso

caracterização

Ricardo Graça

realização plástica

Eduardo Mendes

desenho de luz

Mariana Figueroa

interpretação

Diogo Martins, Dóris Marcos, Filipe Moreira, Gisela Matos, Igor Gandra

participação especial

alunos do 2.º Ano de Teatro do Balleteatro Escola Profissional

coprodução Teatro de Ferro, TNSJ

dur. aprox.

1:00

M/16 anos

Língua Gestual Portuguesa

28 out sáb 19:00

Sessão Descontraída

29 out dom 16:00

Material de Apoio

Documentos

Doumento PDF

Programa-Marionetas-Tradicionais.pdf