Número verde: 800 108 675

Bácoro Bácoro
Teatro Carlos Alberto 29 Set-16 Out 2016
qua 19:00 qui-sáb 21:00 dom 16:00

Homens e porcos: uma história feita de amor e violência, triunfos e matanças, metáforas antitotalitárias e bifanas, mas também de uma curiosa descoberta científica, que revelou a existência de similitudes genéticas entre as duas espécies animais. Bácoro – a segunda coprodução do Teatro da Palmilha Dentada com o TNSJ, depois do já longínquo A Cidade dos Que Partem (2009) – brinca com algumas destas referências e acrescenta um capítulo a esta saga milenar. Começa com a candura de uma fábula infantil – a chegada de um saltimbanco a uma aldeia, na companhia de um porco amestrado –, mas depressa nos conduz para um lugar mais escuro, perigoso, claustrofóbico. Bácoro resulta de uma parceria do dramaturgo e encenador Ricardo Alves com a artista plástica e cenógrafa Sandra Neves, cujos desenhos e esculturas foram o ponto de partida desta criação que agora se estreia no Teatro Carlos Alberto. Em palco, os atores Ivo Bastos, Nuno Preto e Rui Oliveira contracenam com marionetas, dando corpo a uma espécie de alegoria suína sobre as dores e as alegrias de sermos humanos.

texto de

Ricardo Alves e Sandra Neves

encenação

Ricardo Alves

direção plástica

Sandra Neves

música original

Carlos Adolfo

figurinos

Inês Mariana Moitas

desenho de luz

Pedro Vieira de Carvalho, Emanuel Pina

interpretação

Ivo Bastos, Nuno Preto, Rui Oliveira

coprodução

Teatro da Palmilha Dentada, Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, TNSJ

dur. aprox. 1:10

M/16 anos


9 out - Sessão com tradução em Língua Gestual Portuguesa

Material de Apoio

Documentos

Doumento PDF

Programa de sala Bácoro.pdf

Divulgação

Sugestão

Sugira a um Amigo

O seu Nome

O seu Email

Emails dos Destinatários

Comentário

Imprimir Espectáculo

Icon de Página de Impressão