Teatro Carlos Alberto

Outra Tempestade

texto William Shakespeare, Aimé Césaire
encenação Carlos J. Pessoa
_
Teatro da Garagem

Outra Tempestade

Descrição

‚ÄúNenhum homem √© uma ilha‚ÄĚ, escreveu John Donne. E nenhuma ilha √© uma hist√≥ria fechada, acrescentamos n√≥s. A √ļltima pe√ßa de William Shakespeare, A Tempestade (1610-11), √© o ponto de partida para Uma Tempestade (1968), de Aim√© C√©saire, um dos fundadores do movimento da negritude. Os dois textos transfiguram-se agora em Outra Tempestade, a nova cria√ß√£o do Teatro da Garagem, encenada por Carlos J. Pessoa. Mas voltemos ao princ√≠pio. Numa ilha remota, vivem Pr√≥spero e Miranda, o Duque de Mil√£o e a filha, para a√≠ lan√ßados doze anos antes por um assombroso temporal. Com eles vivem Ariel e Caliban, escravos do Duque. O que Outra Tempestade prop√Ķe √© ultrapassar a habitual dicotomia senhor-escravo, Pr√≥spero-Caliban, e lan√ßar o navio do teatro para o mar aberto. Imaginemos que Miranda e Caliban se tinham juntado e tido filhos. Que novos mundos se descobririam a partir da√≠? Outra Tempestade √© uma pe√ßa rodeada de possibilidades por todos os lados. .


Programa de Sala

Outra Tempestade


Créditos

texto William Shakespeare, Aimé Césaire encenação Carlos J. Pessoa

dramaturgia Cl√°udia Madeira cenografia, adere√ßos e figurinos Herlandson Duarte assist√™ncia de encena√ß√£o Mariana √ćndias dire√ß√£o de produ√ß√£o Raquel Matos produ√ß√£o executiva Camila Roveda

interpreta√ß√£o Ana L√ļcia Palminha, Deka Saimor, Emerson Henriques, Tiago de Almeida, Rafaela Jacinto

coprodução Teatro da Garagem, Festival Mindelact (Cabo Verde), Teatro Nacional São João

apoio C√Ęmara Municipal de Lisboa, EGEAC, Junta de Freguesia de Santa Maria Maior

estreia 11 Nov 2023 Festival Mindelact (Cabo Verde) dur. aprox. 1:30 M/14 anos

__ Conversa com a Mónica | 17 fev

__ pre√ßo dos bilhetes 10,00 ‚ā¨