Um lugar congelado numa cronologia sem data

ANA ROCHA*

J谩 n茫o me recordo do ano em que est谩vamos, do dia da semana ou do m锚s.

Sei que estava sentada na plateia do Teatro Nacional S茫o Jo茫o, sala que me era familiar. Sei que n茫o est谩vamos ali para assistir a um Shakespeare convencional, um teatro de teatro. Este Otelo 茅-me bastante particular, isto porque o que ficou de mais presente foi a transpar锚ncia e a for莽a com que o trabalho do Nuno M Cardoso se reflectiu na paisagem e nos actores. O espa莽o frio, uma luz branca que de algum modo cortava aquilo que de redondo e terreno era dado pela madeira, pelas estacas e pela cena de paletes de madeira que constru铆am a arquitectura dentro de palco.

Mais do que tudo, ficou gravado na minha mem贸ria um contorno bem afiado da palavra falada, o lado humano que transpirava em cada uma das personagens. Uma presen莽a que contrastava com um ar e um tempo que pareciam parados, densos, quase como um nevoeiro. O 脗ngelo e o Nuno Cardoso, Otelo e Iago, quase 脿 boca de cena, e a for莽a seca daquele di谩logo ficou mais registado do que as palavras que eles diziam. Foi talvez aqui que vi pela primeira vez a Sara Barbosa em cena. 脡 incr铆vel esta capacidade que o Nuno M tem de sacar do fundo de cada actor, como que com uma colher c么ncava, a cor mais forte da voz que pode dar lugar ao texto.

O bloco de gelo que continuamente derretia em cena, um lugar que, mais do que uma composi莽茫o de movimenta莽玫es, era uma composi莽茫o de humanidade, de hemisf茅rios reais, de pessoas reais.

Presen莽as recortadas, figurinos de uma secura e austeridade voluptuosas, e poder铆amos estar em qualquer lugar e n茫o estar, porque o tempo que media a mem贸ria de cena era um lugar congelado numa cronologia sem data. Este Otelo agarrou-me como um gancho, da primeira 脿 煤ltima linha, pois o modo como estava constru铆da a dramaturgia rasgava continuamente um tra莽o de n茅voa que acompanhava toda a temporalidade do trabalho. O 脗ngelo e o Nuno Cardoso, Otelo e Iago, quase 脿 boca de cena.

*Mediadora cultural.

_

11-21 Janeiro 2007
Teatro Nacional S茫o Jo茫o

OTELO

de William Shakespeare
encena莽茫o Nuno M Cardoso
coprodu莽茫o O C茫o Danado e Companhia, Teatro Nacional S茫o Jo茫o

_

in O Elogio do Espectador: 100 espet谩culos, 100 testemunhos, 100 fotografias Cadernos do Centen谩rio | 1

fotografia Jo茫o Tuna