Um pr铆ncipe incapaz

L脥GIA ROQUE*

Lembro-me muito pouco do espet谩culo. 脡 at茅 assustador p么r-me a escrever sobre ele a partir de uma recorda莽茫o t茫o vaga. E mesmo essa nem sequer sei se 茅 totalmente verdadeira. Tenho uma impress茫o de sonho quando penso no Amleto que vi no Porto. Desde pequena que baralho o que vivi e o que sonhei, portanto, mais uma mem贸ria imprecisa n茫o far谩 mal ao mundo. Nunca tinha ouvido falar no encenador e a decis茫o de ir foi quase tirada 脿 sorte. O festival era variado e maravilhosamente tentador. Era interessante para mim a experi锚ncia de ser p煤blico no Teatro Nacional S茫o Jo茫o, raramente me acontecia nesses tempos de uma sala s贸.

A atmosfera era difusa no espa莽o da Alf芒ndega, onde foi apresentado, e tenho a sensa莽茫o de que tudo existia entre sombras de preto e branco. O Porto, de facto, no inverno nunca foi muito colorido. Havia uma improvisada bancada cheia de gente e umas janelas enormes que deviam dar para o rio. Nem sei se vi o rio e nem tenho a certeza se eram janelas. Um ator que se supunha ser Hamlet ia ocupando o espa莽o, meio homem/meio crian莽a. E havia pelo menos um peluche que ele abra莽ava. Recordo-me de achar c贸mica a liga莽茫o entre o nome do ator e a sua interpreta莽茫o: Paolo Tonti. Conhecia bem a pe莽a de Shakespeare, e por isso podia entreter-me a observar a forma como a encena莽茫o se focava em aspetos menos glamorosos do Hamlet e o retratava como um mi煤do mimado e infantil, um pr铆ncipe incapaz. Sempre achei desajustada a idade dos int茅rpretes (trint玫es, na melhor das hip贸teses) do jovem Hamlet, um mi煤do que na verdade nem sabia distinguir bem a m茫e de todas as outras mulheres. Mas a verosimilhan莽a neste espet谩culo estava esticada a um n铆vel desconhecido, at茅 para mim, intimidante.

O ator, de repente, j谩 nem me lembro porqu锚, ficou parado, com os bra莽os abertos, em posi莽茫o de cruz. E ficou e ficou e ficou. Na altura, nem pensei no esfor莽o que seria para ele manter-se naquela posi莽茫o. Estava arrebatada pelo excesso de tempo da a莽茫o ou da aus锚ncia dela: revi a impot锚ncia do Hamlet, sem conseguir tomar uma decis茫o, o peso dessa incapacidade. Como atriz, de movimento r谩pido e fala escorreita, nunca me tinha ocorrido experimentar tal coisa; no m谩ximo, teria arrastado simbolicamente a a莽茫o uns segundos mais. Mas o ator, assim parado, como se fosse para sempre, como se um raio tivesse feito ricochete no escuro Douro e o tivesse cristalizado? Nunca tinha visto. E ele l谩 ia ficando, estoicamente, fixo em lugar nenhum.

Come莽aram a soar uns risos nervosos. Estranha banda sonora. Apercebi-me de que vinham da bancada. O p煤blico estava ainda menos habituado 脿quilo do que eu. Sobressaltados, n茫o sabiam como se comportar. Dei por mim a olhar mais para o p煤blico do que para o ator. A luminosidade era parda, parecia que vinha das janelas e tenho a vaga sensa莽茫o de que uniformizava ator e p煤blico. Faria eu parte da corte a assistir ao espet谩culo organizado por Hamlet? Aqueles risos nervosos seriam confiss玫es de culpa? Cada vez mais a plateia se inquietava. Comecei a desejar ardentemente que o ator n茫o mais se mexesse, para eu poder intuir quem sairia primeiro, quem teria o mais espampanante ataque de nervos, quando ficaria a bancada vazia e Hamlet finalmente s贸, naquele pal谩cio de pedra.

N茫o me recordo de como acabou o espet谩culo, mas, quando sa铆, trouxe comigo um tempo novo, uma outra forma de arriscar as pausas paradas nas didasc谩lias, um cristo teatral que me acompanha religiosamente desde ent茫o.

Nesse mesmo ano, a artista Gillian Wearing ganhou o Turner Prize com um v铆deo intitulado Sixty Minutes Silence, em que um grupo de 26 pol铆cias posava para ela durante uma hora. Queriam ficar quietos, bem-comportados, mas acabavam sempre por se desmanchar em a莽玫es muito pouco prov谩veis. Como a nossa plateia no Amleto. Coincid锚ncias? I think nothing, my Lord.

*Atriz, encenadora.

_

20+21 Dezembro 1997
Alf芒ndega Nova do Porto

Amleto

de Romeo Castellucci
a partir de Shakespeare e Saxo Grammaticus
encena莽茫o Romeo Castellucci
coprodu莽茫o Soc矛etas Raffaello Sanzio, Wiener Festwochen, Teatro Comunale Bonci di Cesena | Festival PoNTI

_

in O Elogio do Espectador: 100 espet谩culos, 100 testemunhos, 100 fotografias Cadernos do Centen谩rio | 1
_

fotografia Jo茫o Tuna