A Morte de Danton

TNSJ

de Georg B√ľchner

encenação Nuno Cardoso

A Morte de Danton

Descrição

"Este rel√≥gio n√£o tem descanso?‚ÄĚ, pergunta Danton, o tempo acelera, a Hist√≥ria parece come√ßar violentamente de novo, √© esse o sentido primeiro de ‚Äúrevolu√ß√£o‚ÄĚ, enfrentar o problema do come√ßo. A Morte de Danton (1835) mergulha-nos no caos po√©tico e sangrento da Revolu√ß√£o Francesa, mas esta pe√ßa √© tamb√©m ela revolucion√°ria. Georg B√ľchner opera uma feroz fragmenta√ß√£o da forma teatral tradicional, lan√ßando cenas curtas e longas, agitadas e meditativas num entrechocado fluxo narrativo que antecipa a montagem cinematogr√°fica. √Č com ela que Nuno Cardoso inaugura uma nova temporada, a primeira enquanto diretor art√≠stico do TNSJ. Atrav√©s dela, o encenador v√™ um corpo social em permanente estado de convuls√£o e decomposi√ß√£o, uma orgia de carne humana. Mas as ruas de Paris, em 1789, s√£o as mesmas por onde corre agora a revolta dos Coletes Amarelos. Ruas que desaguam nas margens do Mediterr√Ęneo ou do Rio Grande, no regresso dos muros, na pot√™ncia do √≥dio, no avan√ßo dos populismos. ‚ÄúT√£o maus os tempos que correm. Quem poder√° fugir-lhes?‚ÄĚ A Morte de Danton continua, ainda e sempre, a confrontar-nos com perguntas dif√≠ceis, terr√≠veis. ‚ÄúAt√© quando continuar√° a humanidade a devorar o seu pr√≥prio corpo?‚ÄĚ ‚ÄúEste rel√≥gio n√£o tem descanso?"


MANUAL DE LEITURA


Créditos

encenação Nuno Cardoso

tradu√ß√£o Francisco Lu√≠s Parreira cenografia F. Ribeiro figurinos Nelson Vieira desenho de luz Jos√© √Ālvaro Correia sonoplastia Jo√£o Oliveira v√≠deo Fernando Costa voz Carlos Meireles movimento Elisabete Magalh√£es dramaturgia Ricardo Braun assist√™ncia de encena√ß√£o Nuno M Cardoso

com Afonso Santos, Albano Jerónimo, António Afonso Parra, Joana Carvalho, João Melo, Mafalda Lencastre, Margarida Carvalho, Maria Leite, Mário Santos, Nuno Nunes, Paulo Calatré, Rodrigo Santos, Sérgio Sá Cunha

produção TNSJ

dur. aprox. 2:30 com intervalo M/12 anos

Sess√Ķes

Teatro Nacional S√£o Jo√£o
Praça da Batalha 112, 4000-101 Porto, Portugal ·
Dire√ß√Ķes
Theatro Circo
Teatro Aveirense (Aveiro)
Teatro H√ļngaro de Cluj (Cluj-Napoca, Rom√©nia)
Strada Emil Isac 28, Cluj-Napoca 400000, Roménia ·
Dire√ß√Ķes
Teatro Nacional D. Maria II
Praça Dom Pedro IV n41, 1100-200 Lisboa, Portugal ·
Dire√ß√Ķes