Auditório Nacional Jorge Barbosa (Cabo Verde)

KASTROKRIOLA

de Caplan Neves

a partir de Castro, de António Ferreira

encenação Nuno Cardoso

coprodu√ß√£o TNSJ/Minist√©rio da Cultura e das Ind√ļstrias Criativas de Cabo Verde

KASTROKRIOLA

Descrição

Em KastroKriola, o dramaturgo cabo-verdiano Caplan Neves recria Castro, de Ant√≥nio Ferreira, propondo uma criouliza√ß√£o c√©nica que tenta desvendar como este texto cl√°ssico simbolicamente ecoa num Cabo Verde de hoje. A trag√©dia da contenda real √© revista sob o prisma das intrigas internas dos partidos pol√≠ticos das democracias do nosso tempo. Se, na obra de Ferreira, o risco de ocupa√ß√£o estrangeira e de impureza de ‚Äúum ouro limpo‚ÄĚ √© o m√≥bil da puni√ß√£o do amor de Pedro e In√™s, em KastroKriola √© o esc√Ęndalo da rela√ß√£o homoafetiva declarada entre Petra ‚Äď mulher de futuro promissor no c√≠rculo do poder ‚Äď e Kastro que vem ‚Äúinsendi√° ese partid y ese pa√≠j‚ÄĚ. Ambas enfrentam tamb√©m a persegui√ß√£o dos seus pares por ‚Äúraz√Ķes de estado‚ÄĚ e usam das mesmas armas perante a cegueira e a tirania. Diz-se de Petra: ‚ÄúEl obedese un ordem maior: se korason.‚ÄĚ KastroKriola culmina uma resid√™ncia de artistas cabo-verdianos no TNSJ, dirigidos por Nuno Cardoso e em trabalho estreito com as nossas equipas, tornada poss√≠vel pelo acordo de coopera√ß√£o celebrado em setembro de 2019 entre o Minist√©rio da Cultura e das Ind√ļstrias Criativas de Cabo Verde e o Teatro Nacional S√£o Jo√£o.

_

PROGRAMA DE SALA

PROGRAMA DE SALA KASTROKRIOLA

_

_

_

Créditos

de Caplan Neves a partir de Castro, de António Ferreira encenação, cenografia e figurinos Nuno Cardoso

v√≠deo Fernando Costa desenho de luz Alexandre Vieira m√ļsica Caplan Neves

interpretação Benito Lopes, Deka Saimor, Emerson Dias, Hugo Paz, Lisa Reis, Milanka Vera-Cruz, Milton Fonseca

coprodu√ß√£o Minist√©rio da Cultura e das Ind√ļstrias Criativas de Cabo Verde, Teatro Nacional S√£o Jo√£o

dur. aprox. 1:20 M/12 anos