Teatro Carlos Alberto

O Começo Perdido: Mixtape #1

texto e encenação Pedro Martins Beja

_

Th√©√Ętre National du Luxembourg

O Começo Perdido: Mixtape #1

Descrição

H√° uma palavra: lusoburgu√™s. Nos anos 60, o √™xodo portugu√™s implantou no Luxemburgo um exclave nacional que representa cerca de um sexto da popula√ß√£o do Gr√£o-Ducado. O dramaturgo e encenador luso-descendente Pedro Martins Beja leva-nos de regresso a casa e ao passado, e f√°-lo atrav√©s de uma mixtape. Nesta fita de mem√≥rias, Portugal n√£o √© tanto um lugar real, hist√≥rico, mas o pa√≠s distante da inf√Ęncia, imaginado por palavras e sons. Um espectro sonoro da mem√≥ria, feito de ecos de fado num r√°dio roufenho e de reclames televisivos, da festa da matan√ßa do porco e de hist√≥rias de lobisomens e bruxaria ‚Äď o alinhamento incongruente de uma cassete partilhada por novos e velhos, pelos que foram e pelos que ficaram. Em O Come√ßo Perdido: Mixtape #1, ouvimos os sonhos cumpridos e as ilus√Ķes desfeitas de um pa√≠s que vive fora. Nele, Pedro Martins Beja vai imergir n√£o s√≥ nas suas velhas mixtapes, como tamb√©m nas dos int√©rpretes de um elenco que combina atores portugueses e lusoburgueses. Depois da recente digress√£o de Castro ao Luxemburgo, este espet√°culo √© mais um reflexo do programa de coopera√ß√£o entre o Teatro Nacional S√£o Jo√£o e o Th√©√Ętre National du Luxembourg.

Créditos

texto e encenação Pedro Martins Beja dramaturgia Florian Hirsch tradução Helena Topa

cenografia e figurinos Matthias Koch m√ļsica e desenho de som Markus Steinkellner desenho de luz Daniel Sestak assist√™ncia de encena√ß√£o Magaly Teixeira estagi√°rio Nuran Atis

interpreta√ß√£o Hana Sofia Lopes, F√°bio Godinho, Jorge Mota, Markus Steinkellner (m√ļsica ao vivo)

coprodu√ß√£o Th√©√Ętre National du Luxembourg, Teatro Nacional S√£o Jo√£o

dur. aprox. 1:30 M/12 anos

Espetáculo em língua portuguesa e outras línguas, legendado em português.