Teatro Carlos Alberto

Voz

direção artística Catarina Lacerda
_
Teatro do Frio

Voz

Descrição

Voz prop√Ķe uma dramaturgia entre o concerto e o espet√°culo de teatro f√≠sico, com dire√ß√£o de Catarina Lacerda. Re√ļne em palco o Teatro do Frio e as Sopa de Pedra, grupo de investiga√ß√£o musical formado no Porto em 2012 e composto por dez mulheres com uma vis√£o muito pr√≥pria do cancioneiro popular portugu√™s. O texto original √© uma metamorfose de escritas: da com√©dia de enganos ao absurdo, da coralidade da trag√©dia grega √† pop e √† tradi√ß√£o oral, reequacionando ainda outras narrativas que urge ecoar. Experi√™ncia sonora, visual e imersiva, Voz relaciona o canto polif√≥nico e a spoken word, assumindo a caixa de palco e seus mecanismos como arena conceptual. Nesse lugar de tens√£o entre o vis√≠vel e o invis√≠vel, o aud√≠vel e o inaud√≠vel, o ris√≠vel e o grotesco, a conex√£o entre corpos e mat√©rias estimula a imagina√ß√£o e a experi√™ncia f√≠sica e emocional do espectador. Cada palavra, como cada gesto, ressoa a partir da imaterialidade da voz.

Créditos

direção artística Catarina Lacerda

texto Diogo Liberano dramaturgia Diogo Liberano, Catarina Lacerda composição sonora Rodrigo Malvar, Filipe Lopes composição vocal Rita Campos Costa, Sara Yasmine, Mariana Gil preparação física e vocal Anna Zubruscky desenho do espaço cénico Fernando Almeida

desenho de luz Mariana Figueroa desenho de som Quico Serrano direção de produção Paula Silva produção executiva Marta Lima

interpretação Maria Luís Cardoso, Sara Neves, Daniel Teixeira Pinto, Catarina Lacerda, Sopa de Pedra (Rita Campos Costa, Sara Yasmine, Mariana Gil, Maria Carvalho Vasquez, Benedita Carvalho Vasquez, Rita Vieira Sá)

coprodução Teatro do Frio, Teatro Municipal da Guarda, Teatro Nacional São João

M/12 anos