Teatro S√£o Jo√£o

Bernardo Santareno x 2

A Promessa + O Pecado de Jo√£o Agonia
encenação João Cardoso
_
ASSéDIO

Bernardo Santareno x 2

Descrição

Uma sess√£o dupla dedicada a um dramaturgo √ļnico. Com o mesmo elenco de atores e no interior do mesmo dispositivo cenogr√°fico, o encenador Jo√£o Cardoso promove o encontro e o di√°logo entre dois espet√°culos recentemente estreados nos palcos do TNSJ. No cora√ß√£o deste resgate encontramos Bernardo Santareno (1920-1980), dramaturgo decisivo do s√©culo XX portugu√™s, ‚Äúum talento obsessivo e sombrio‚ÄĚ, nas palavras de Jorge de Sena. A Promessa (1957) e O Pecado de Jo√£o Agonia (1961) inscrevem-se num conjunto de pe√ßas onde Santareno afirmou uma estrat√©gia de oposi√ß√£o a um sistema opressivo, problematizando aspetos de natureza sexual (a homossexualidade) e religiosa (a culpa, o sacrif√≠cio). Estes incitamentos a uma ‚Äúdesobedi√™ncia aos dogmas‚ÄĚ s√£o aqui vividos dentro de apertados c√≠rculos comunit√°rios: uma ‚Äúaldeia de pescadores da costa portuguesa‚ÄĚ (A Promessa), um ‚Äúlugarejo serrano e primitivo‚ÄĚ (O Pecado). Lugares iluminados por uma ‚Äúlua ruim‚ÄĚ e batidos por um ‚Äúvento de mortes‚ÄĚ, de onde avistamos o Portugal salazarento.
.


PROGRAMA DE SALA

Bernardo Santareno x2


Créditos

encenação João Cardoso

dramaturgia Regina Guimarães cenografia e figurinos Sissa Afonso desenho de luz Filipe Pinheiro, Nuno Meira sonoplastia Francisco Leal desenho de lutas Miguel Andrade Gomes captação de imagem e vídeo Jorge Murteira

assistência de encenação João Castro produção executiva Maria Inês Peixoto

interpreta√ß√£o √āngela Marques, Benedita Pereira, Daniel Silva, In√™s Afonso Cardoso, Jo√£o Cardoso, Jo√£o Castro, Maria In√™s Peixoto, Pedro Galiza, Pedro Quiroga, R√ļben P√©rola, Susana Madeira

coprodução ASSéDIO, Teatro Nacional São João

dur. aprox. A Promessa | 1h40 O Pecado de Jo√£o Agonia | 1h40 [intervalo de 45 minutos entre os espet√°culos]

M/14 anos