Cabelo branco 茅 idade

EUG脡NIA FARIA*

Cabelo branco 茅 idade e鈥 saudade. Quando a proposta surgiu, olhando para tr谩s, o que 茅 que o meu esp铆rito viu? Cabelo Branco 茅 Saudade鈥 entre tantos outros, perante os quais a escolha f谩cil n茫o seria, com 贸timas encena莽玫es e n茫o inferiores dramatiza莽玫es. Talvez pela minha idade, tr锚s principalmente me ocorreram, com senhoras no seu centro鈥 Mas鈥 porque cabelo branco 茅 idade, saudade, 茅 reviver o tempo, que foi passando muito ligeirinho, 茅 recordar, tive de com a primeira ideia ficar.

Um 贸timo espet谩culo em que o fado era rei. Fado?! Fado?! Na altura pensei, hesitei. Era, por茅m, apelativa a apresenta莽茫o. E porque n茫o? Podia at茅 ser uma reconcilia莽茫o.

Fado, can莽茫o nacional, talvez por tal afastado da minha gera莽茫o. Argentina Santos, Celeste Rodrigues, Alcindo鈥? Gostarei? Quem sabe, talvez sim, e foi assim鈥

Que bela encena莽茫o! Um p贸rtico no centro do palco se erguia, que em corti莽a seria? Em cadeiras espalhadas ou de lado colocadas, os fadistas se sentavam e, por vezes, as suas vozes se juntavam. Que efeito sonoro e visual encantador. Que dor! Como choravam as guitarras鈥 Luzes brilhavam sobre os guitarristas, t茫o jovens ainda, e sombras se projetavam num contraste de fantasia que sugeria鈥 saudade鈥 tristeza鈥 alegria鈥 amor鈥 amizade, diversos sentimentos, diferentes emo莽玫es, que em n贸s desencadearam, em duas sess玫es, aqueles fados鈥 鈥淎 Casa da Mariquinhas鈥, 鈥淎mor 茅 脕gua Que Corre鈥, 鈥淣茫o Venhas Tarde鈥, 鈥淧onto Final鈥. N茫o sei de quem era e o que dizia cada qual, mas numa casa se passava e cheia estava. Por ali muito amor corria? Sim e, em letras de fado, sempre presente estaria. Que n茫o viessem tarde, assim acontecia com o pessoal que ali assistia. E, ponto final. Pois se de tr锚s a hist贸ria da m煤sica j谩 falaria, ali se me revelaria, ouviria aquele que 茅, ainda hoje, para mim a voz maior, do fado um senhor, voz tocante, com ciganos laivos, de 谩rabes talvez, o gordinho, agora mais magrinho, o RR, Ricardo Ribeiro.

Curioso que hom贸nimo era o produtor, o encenador, que o dito por Lisboa encontrou e aqui o revelou. Ricardo Pais, o diretor, que grande homenagem ao Fado, assim, prestou e que, com este e outros trabalhos, a um n铆vel superior este teatro guindou.

E, por mais marcante ainda, quem o cartaz de apresenta莽茫o desenhou, criou ou concebeu? Algu茅m que, comigo, la莽os de perten莽a tem鈥 que de mim nasceu.

Tudo contribuiu, por tal, para fazer deste um espet谩culo especial, sem igual鈥

E, se o meu n茫o era ent茫o cabelo branco, assim foi ficando ao longo dos sequentes anos em que o Teatro S茫o Jo茫o sempre fui frequentando.

Tanto haveria que relatar, comentar, saudar鈥 mas por aqui se tem de ficar.

Cabelo branco 茅 saudade鈥

*Professora.

_

8-17 Julho 2005
Teatro Nacional S茫o Jo茫o

Cabelo Branco 茅 Saudade

dire莽茫o musical Diogo Clemente
dire莽茫o c茅nica Ricardo Pais
coprodu莽茫o Lado B, Teatro Nacional S茫o Jo茫o

_

in O Elogio do Espectador: 100 espet谩culos, 100 testemunhos, 100 fotografias Cadernos do Centen谩rio | 1

_

fotografia Jo茫o Tuna