Cadernos do Centen谩rio regressam com lan莽amento de Caderno de Obra

A cole莽茫o Cadernos do Centen谩rio, inaugurada no dia em que se celebrou o centen谩rio do Teatro S茫o Jo茫o com o livro Elogio do Espectador, conhece agora mais um volume: Caderno de Obra: o Teatro S茫o Jo茫o de Marques da Silva 鈥 Projeto, Interven莽玫es, Legado. O livro vai ser apresentado esta quinta-feira, 4 de novembro, 脿s 19 horas, no Teatro S茫o Jo茫o.

Entre os primeiros esquissos e as interven莽玫es de reabilita莽茫o que recenseia, Caderno de Obra revela-nos que o edif铆cio desenhado por Marques da Silva pode ser lido como obra dram谩tica. Do micro ao macro, das argamassas aos elementos escult贸ricos das fachadas, ci锚ncia e fic莽茫o enla莽adas, o S茫o Jo茫o exp玫e-se como um mundo de faz-de-conta at茅 agora impercet铆vel. Atrav茅s de textos, imagens e conversas (com os arquitetos Jo茫o Carreira e Siza Vieira), Caderno de Obra oferece igualmente uma leitura da pr贸pria cidade do Porto no tempo.

Para assinalar o lan莽amento do terceiro Caderno do Centen谩rio, o Teatro Nacional S茫o Jo茫o re煤ne quem se empenhou na tarefa de reabilitar este monumento nacional, em momentos distintos da sua hist贸ria. Na sess茫o estar茫o presentes Francisca Carneiro Fernandes, que presidiu 脿 sua administra莽茫o durante um per铆odo de nove ano, a quem se juntam os representantes do parceiro de edi莽茫o, o Instituto da Constru莽茫o: Humberto Varum, presidente da dire莽茫o, e Esmeralda Paup茅rio, a quem coube a coordena莽茫o t茅cnica e cient铆fica deste livro (juntamente com Xavier Rom茫o, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto), para al茅m de 脗ngela Melo, arquiteta que integrou a Dire莽茫o Regional de Cultura do Norte de 1984 a 2019.

2 de novembro de 2021