Leituras no Mosteiro

MSBV

coordenação Nuno M Cardoso, Paula Braga

organização Teatro Nacional São João

Leituras no Mosteiro

Descrição

As Leituras no Mosteiro olham para a programa√ß√£o do centen√°rio Teatro S√£o Jo√£o e elegem alguns dos seus momentos mais marcantes. Este itiner√°rio come√ßa em 1920, o ano inaugural, quando a Companhia do Teatro Nacional Almeida Garrett apresentou A Castro, de J√ļlio Dantas, uma adapta√ß√£o da Castro de Ant√≥nio Ferreira, e termina em 1972, com o provocat√≥rio Insulto ao P√ļblico, de Peter Handke, produzido pelo Grupo 4, fundado por, entre outros, Jo√£o Louren√ßo e Irene Cruz. O S√£o Jo√£o esteve sempre na rota dos criadores de refer√™ncia nacionais, como a Companhia Rey Cola√ßo-Robles Monteiro, que o visitou em 1962 com uma pe√ßa inc√≥moda, As Bruxas de Sal√©m, de Arthur Miller. Arrojada foi tamb√©m a escolha do encenador Francisco Ribeiro, o Ribeirinho, que revelou √Ä Espera de Godot, de Beckett, em 1959. Mas esta pequena hist√≥ria tamb√©m se faz de momentos com alguma relev√Ęncia internacional. Relembramos a passagem da Compagnie Sacha Pito√ęff em 1962, com uma produ√ß√£o de A Gaivota, de Tch√©khov, num elenco onde pontificava Romy Schneider, ou a Compagnia Ermete Zacconi, que nos brindou em 1922 com Os Espectros, de Ibsen. E n√£o nos esquecemos de Ionesco, o autor de A Cantora Careca, que a Companhia Lu√≠s de Lima aqui mostrou em 1959. Nesse ano, o dramaturgo franco-romeno marcou presen√ßa numa sess√£o do Clube Fenianos Portuenses. Ter√° visitado o ent√£o S√£o Jo√£o Cine, uma sala de cinema que n√£o deixou nunca de programar espet√°culos de teatro?

Créditos

coordenação Nuno M Cardoso, Paula Braga

organização Teatro Nacional São João

lotação máxima: 40 pessoas Entrada gratuita

Inscri√ß√Ķes aqui

Sess√Ķes

Mosteiro São Bento da Vitória
R. de São Bento da Vitória 45, 4050-542 Porto, Portugal ·
Dire√ß√Ķes