Teatro Carlos Alberto

Aquilo que Ouvíamos

texto e direção Joana Craveiro

Aquilo que Ouvíamos

Descrição

Com o seu Teatro do Vestido, Joana Craveiro tem feito da mem√≥ria a primordial mat√©ria de investiga√ß√£o. Em Aquilo que Ouv√≠amos, trabalha-a revisitando um tempo em que a m√ļsica conferia uma identidade e uma perten√ßa. Pe√ßa-concerto composta pelas viv√™ncias musicais do seu elenco-banda ‚Äď quatro atores e cinco m√ļsicos (entre eles, os Loosers), autores da banda sonora original ‚Äď, √© uma viagem de regresso aos anos formativos da adolesc√™ncia nas d√©cadas de 1980 e 90. Nessas ‚Äúhist√≥rias da m√ļsica‚ÄĚ, conta-se como a sua materialidade tanto contava: comprar vinis com as curtas mesadas, estudar as suas capas, ler as letras neles impressas, troc√°-los e fazer amigos nessa troca, exibir como uma ins√≠gnia um disco de elei√ß√£o, sinalizando-se assim face aos pares e demarcando-se dos outros, gravar cassetes de vinis emprestados, de concertos raros ou de programas de r√°dio improvisados em casa, preciosas provas de quem se era. Aquilo que Ouv√≠amos redime um passado, ‚Äúum tempo em que havia tempo‚ÄĚ, com a ternura e a ironia de o saber perdido, mas presente nos v√≠nculos que pela m√ļsica se criaram e ainda perduram.

Créditos

texto e direção Joana Craveiro

cocria√ß√£o e interpreta√ß√£o Est√™v√£o Antunes, In√™s Rosado, Joana Craveiro, T√Ęnia Guerreiro

m√ļsicos convidados (cocria√ß√£o, composi√ß√£o e interpreta√ß√£o) Bruno Pinto, Francisco Madureira, Loosers participa√ß√£o especial Ricardo Jer√≥nimo, S√≥nia Guerra, Tatiana Damaya

colabora√ß√£o criativa S√©rgio Hydalgo cenografia Carla Martinez figurinos T√Ęnia Guerreiro imagem Jo√£o Paulo Serafim v√≠deo direto Jo√£o Paulo Serafim, Henrique Antunes, S√≥nia Guerra, Tatiana Damaya

desenho de luz Leocádia Silva desenho de som Pedro Baptista, Sérgio Milhano (PontoZurca)

dire√ß√£o de produ√ß√£o Ala√≠de Costa coprodu√ß√£o EGEAC ‚Äď Programa√ß√£o em Espa√ßo P√ļblico, S√£o Luiz Teatro Municipal, Teatro do Vestido, Teatro Nacional S√£o Jo√£o

apoios Centro Cultural Vila Flor, FX RoadLights, ZDB

estreia 15Jun2021 Lux Fr√°gil (Lisboa)

dur. aprox. 1:50 M/12 anos