DIRETOR ART脥STICO DO TNSJ INTERPRETA HOMENS HEDIONDOS, DE DAVID FOSTER WALLACE

Na nova produ莽茫o pr贸pria do Teatro Nacional S茫o Jo茫o, Homens Hediondos, a escritora e encenadora Patr铆cia Portela dirige o diretor art铆stico da casa. O solo interpretado por Nuno Cardoso parte do livro Breves Entrevistas com Homens Hediondos (1999), do escritor norte-americano David Foster Wallace.

Em Homens Hediondos, Patr铆cia Portela procura denunciar rela莽玫es de poder e comportamentos socialmente impostos, cuja viol锚ncia aceitamos em nome de uma estabilidade e de um estilo de vida, ou de uma determinada ideia de homem e de mulher. A partir da obra hom贸nima de Foster Wallace, a encenadora, mais do que julgar em palco situa莽玫es de sexismo, machismo, racismo ou misoginia presentes de forma sist茅mica na sociedade, pretende confrontar-nos com aqueles momentos em que somos apanhados a tolerar um sistema que t茫o ativamente condenamos.

Recorrendo 脿s 鈥渃apacidades metam贸rficas e camale贸nicas de Nuno Cardoso鈥, Patr铆cia Portela faz desfilar v谩rios mon贸logos de personagens masculinas que se v茫o transformando em 鈥渉omens cada vez mais hediondos鈥. O palco 茅 partilhado pelo deprimido, o grande amante, o porco, o que sabe tudo, o ressabiado, o mis贸gino, o injusti莽ado, a eterna v铆tima ou o brutamontes, convocados 脿 vez pela entrevista de algu茅m sempre ausente e cuja rela莽茫o com cada um se desconhece. O intuito da dramaturga 茅 que os espectadores reconhe莽am em cada personifica莽茫o um 鈥渄aqueles homens鈥 com quem j谩 se cruzaram na vida, levando-os a colocar em causa o que pensam sobre eles e, consequentemente, sobre si mesmos.

Depois de ter interpretado os mon贸logos Subterr芒neo (2016), a partir de Dostoi茅vski, e o autobiogr谩fico Achadi莽o (2021), o diretor art铆stico do TNSJ volta a vestir a pele de ator, novamente a solo, em Homens Hediondos. O regresso de Nuno Cardoso 脿 representa莽茫o pode ser visto de 11 a 14 de setembro no palco do Teatro Carlos Alberto.

Mais informa莽玫es sobre Homens Hediondos aqui.

_

27 de maio de 2024

(not铆cia atualizada a 11 de junho de 2024)